quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Sou feita de loucura pensada, meço, peso, sou demasiadamente sensata. 
Quando não estou no eixo faço do amor uma guerra ou vice versa. 
Sou aço frio, ferro quente. 
Aposto que você pira na ideia de que sou loucura pura.
Meu estado permanente varia de alegria temperada à extrema ira. 
Pra todo o mal há uma cura. Sou psico-equilibrada. Aprendo com meus próprios erros. Há que se ter coragem. Algumas vezes sou mais ou menos psicopata. Até não ser mais nada além do que um tanque de pólvora esperando uma faísca, que pode inclusive, ser um beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...