segunda-feira, 26 de julho de 2010

Está aí uma coisa que nunca saberei nem compreenderei — do que os humanos são capazes.
[A Menina que roubava livros]


-Porque eu também sinto necessidade a esse grito:


O amor é importante, porraaaaaaaaa!!
_ Eu vou morar em você...

_ Em mim? Mas essa casa precisa de tantas reformas!

_ Mas enquanto você dormia eu fiz um “puxadinho” aí dentro!

_ E a gente vai viver de quê?

_ De arredondar palavras...



( Mais tarde, deitada em cima das costas dele):

_ O que você está fazendo aí em cima ???

_ Estou tomando sol na laje!

Marla Queiroz
Meu saco de ilusões, bem cheio tive-o.


Com ele ia subindo a ladeira da vida.


E, no entanto, após cada ilusão perdida... Que extraordinária sensação de alívio!!

Mário Quintana

domingo, 18 de julho de 2010

Ele sabe...

"...Mas amor, você sabe, amor não se pede. Amor se declara: sabe de uma coisa? Ele sabe, ele sabe."
-Às vezes lembro daquele sorriso que eu dava, todas as noites quando o via chegar.

Hoje 10h lembrei que era hora de acordar.
Eu nunca mais comi trufas. E nunca mais quis falar de nada que me fizesse tão feliz naquela época.
Talvez porque tudo foi ficando errado.
Tá errado até a minha negação, que dá dor no estômago.
Ontem foi tão estranho. Eu dormi sem querer, e quando acordei tive uma sensação de nostalgia.
Logo tratei de ignorar.
Não quero continuar errando. Mesmo que faça muito frio aqui dentro.

Pior do que uma voz que cala, é um silêncio que fala.

Então, parei para interpretar a frase acima e ...
imediatamente me veio à cabeça situações em que o silêncio
me disse verdades terríveis pois, você sabe,
o silêncio não é dado a amenidades.
Um telefone mudo.
Um E-mail que não chega.
Um encontro onde nenhum dos dois abre a boca.
Silêncios que falam sobre desinteresse, esquecimento, recusas.
Quantas coisas são ditas na quietude, depois de uma discussão.
O perdão não vem, nem um beijo, nem uma gargalhada
para acabar com o clima de tensão.
Só ele permanece imutável, o silêncio, a ante-sala do fim.
[...]
Cordas vocais em funcionamento articulam argumentos,
expõem suas queixas, jogam limpo.
Já o silêncio arquiteta planos que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.
Quantas vezes, numa discussão histérica, ouvimos um dos dois gritar:
" Diz alguma coisa, mas não fica aí parado me olhando! "
É o silêncio de um, mandando más notícias para o desespero do outro.
[...] 
Mesmo no amor, quando a relação é sólida e madura,
o silêncio a dois não incomoda, pois é o silêncio da paz.
O único silêncio que perturba é aquele que fala. E fala alto.
É quando ninguém bate à nossa porta,
não há recados na secretária eletrônica
e mesmo assim você entende a mensagem...
Martha Medeiros

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Faz o seguinte:


Assopra o pensamento triste,

deixa escorrer a última lágrima,

conta até vinte bem devagarzinho...

Aumenta o brilho,

com toda a intensidade de que um sorriso é capaz .

A felicidade é o teu limite e

o paraíso és tu mesmo quem faz......
"Eu gostaria de agradecer pelas inúmeras vezes que voce me enxergou melhor do que eu sou.


Pela capacidade de me olhar mais devagar...

Já que muita gente já me olhou depressa demais."

O Rouxinol e a Rosa

"Um rouxinol vivia no jardim de uma casa.
Todas as manhãs, uma janela se abria e um jovem comia seu pão, enquanto olhava a beleza do jardim.
Sempre caiam farelos de pão no parapeito da janela.
O rouxinol comia os farelos, acreditando que o jovem os deixava de propósito para ele.

Assim, criou um grande afeto por aquele que se preocupava em alimentá-lo, ainda que com migalhas. Um dia, o jovem se apaixonou..." http://www.meu.cantinho.nom.br/mensagens/rouxinol_e_a_rosa.asp

A história continua, e o moral dela é: Cada um dá o que tem no coração, e cada um recebe com o coração que tem.

Essa história marcou quase três anos da minha vida, se tiver netinhos um dia, antes de coloca-los pra dormir a história vai ser essa... Qualquer semelhança dessa história com a minha não é coincidência, é a mais pura verdade.

O rouxinol não amava o menino pelas migalhas, ele amava porque acreditava ser importante, não era o desprezo lhe atraía, mais o cuidado que ele imaginava que o menino sentia por ele. E ele não precisava de mais nada, apenas disso.

Mesmo que você ame ou se apaixone, nunca saberá se seu amor vai ser ou não recebido. Um amigo me disse uma vez que: mesmo com o coração partido, vale a pena amar. Porque o amor faz só o bem pra quem ama... (penso nisso até hoje). Nunca gostei de migalhas e se um dia as aceitei, foi porque tive a ilusão que era banquetes.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

O que me amedronta é essa minha insistência em me enfrentar! Martha Medeiros

segunda-feira, 12 de julho de 2010

...Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto


Esse eterno levantar-se depois de cada queda

Essa busca de equilíbrio no fio da navalha

Essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo

Infantil de ter pequenas coragens."



(Vinicius de Moraes in O Haver)

Não pode ser prejudicado...

"Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca." Antoine de Saint-Exupéry


E é tão simples...

"Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar É importante pensar-se ao extremo, buscar lá d entro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade.
Se a meta está alta demais, reduza-a.
Se você não está de acordo com as regras, demita-se.
Invente seu próprio jogo.
Faça o que for necessário para ser feliz.
Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade."

terça-feira, 6 de julho de 2010

Ela tinha medo de abrir a caixa..
Ressuscitar emoções tão bem guardadas...
Mas era impossivel fugir.
Ela rompia os laços...
Ela rompia os medos...
Ela rompia a si mesma...
Alguma coisa estava acontecendo dentro dela...

Claro que dói...

"Não é raro, tropeço e caio.


Às vezes, tombo feio de ralar o coração todinho.

Claro que dói, mas tem uma coisa:


A minha fé continua em pé."

Ana Jácomo 

segunda-feira, 5 de julho de 2010

“Quando encontrar um espadachim, saque a espada: não recite poemas para quem não é poeta.” Ch’an

O tempo resolve tudo?

Uma capacidade extraordinária de fugir da realidade, de encarar as coisas como realmente são...
É... Pode ser mais simples mais a dor é muito, mais muito maior.
Não resolve, e não alivia nada!
Se você estivesse aqui, tudo ficaria mais fácil, no final do meu dia eu poderia encostar no seu ombro e sentir sua mão alisando meu cabelo, tudo ficaria mais simples, mais bonito, as músicas teriam mais sentindo. Mas você não vem, num volta mais... As lembranças não conseguem sustentar meu sorriso e mesmo que eu tente e faça um esforço sobre-humano, não é fácil.
Acho até bom que o domingo esteja acabando, amanhã tenho tanta coisa pra fazer e me distraio um pouco... Apesar de saber que antes de escovar os dentes, você já vai está perturbando meus pensamentos.
Se é verdade o que dizem que o tempo resolve tudo, mais um dia passou e ele deve está fazendo o serviço dele.
By Raquel