domingo, 23 de setembro de 2012

Eh, hoje completam 5 anos...
Sei, que se fazer drama, você vai sorrir e fazer uma piada.

Hoje o tempo pode ser pouco, para passar por aqui...talvez daqui alguns anos...quando se fizer essa pergunta: e se eu tivesse???
serão apenas letrinhas e você terá tempo..







Já perdi o chão e já o recuperei várias vezes.
Mas como você mesmo diz: o Amor só faz bem!
Já procurei tantas respostas, mas descobri que perguntas sem repostas preendem.


Algumas coisas que lhe escrevi anos átras, parecem nem tão mais intensas...não sei se amadureceram ou se estão apagando aos poucos.
De qualquer forma, os anos vão passando e é impossível ter certeza.
Talvez um dia, talvez nunca, talvez hoje....essa é a certeza que vivo!
TIVEMOS, TEMOS UM CASO DE AMOR COM A VIDA.


Raquel Morais (Tchuca)

4 comentários:

  1. Oi, Quel, boa noite!!
    Eu ia escrever de comentário aqui apenas essas duas palavras: "respeitoso silêncio".
    Mas aí lembrei que a vida é linda quando lhe damos chance de ser, e que só não será se não lhe dermos. Não é ela quem nos dá a chance, somos nós a ela.
    Então as duas palavras que eu tinha por escrever se multiplicaram e se transformaram nessa frase: "transformar a dor de um grande amor em suave lembrança; receber a vida de braços abertos; abraçar a oportunidade de ser feliz; viver enquanto há tempo, corpo e chance... - eis o que nos faz a diferença entre sobreviver e viver."
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello

    ResponderExcluir
  2. Meu doce Lello,

    Tão doce quanto uma música que tocava e enchia meu coração ... tão forte que já não ouvia mas nada...assim são suas palavras! :)

    Meu coração fala tão bem de ti!



    ResponderExcluir
  3. Raquel,
    "Visitei-a" hoje pela 1ª vez e fiquei francamente agradado com este seu modo de mostrar a sua leveza de ser.
    Ainda que não partilhe inteiramente alguns conceitos pessoais, acho linda e convincente a forma como os defende - coisa rara em muitos "copy/paste" da blogosfera.
    Porque, (como tão bem cantava Sinatra) à minha maneira - ainda que bastante mais vadia vadia e brejeira - tenho um caso de amor com a vida, quero apenas aqui deixar-lhe a minha solidariedade e convidá-la à resistência activa contra o desapego, sempre!
    Parabéns e faça o favor de ser feliz!

    ResponderExcluir
  4. Raquel,
    "Visitei-a" hoje pela 1ª vez e fiquei francamente agradado com este seu modo de mostrar a sua leveza de ser.
    Ainda que não partilhe inteiramente alguns conceitos pessoais, acho linda e convincente a forma como os defende - coisa rara em muitos "copy/paste" da blogosfera.
    Porque, (como tão bem cantava Sinatra) à minha maneira - ainda que bastante mais vadia vadia e brejeira - tenho um caso de amor com a vida, quero apenas aqui deixar-lhe a minha solidariedade e convidá-la à resistência activa contra o desapego, sempre!
    Parabéns e faça o favor de ser feliz!

    ResponderExcluir

Deus não apenas perdoa, ele esquece. Apaga a Lousa. Destrói as provas. Queima o filme. Formata o computador. Ele não se lembra dos meus erro...