quarta-feira, 13 de junho de 2012

A gente demora pra aceitar, arruma novecentas desculpas para a falta de jeito do outro. Ah, ele é confuso. Ah, ele está tenso. Ah, ele tem medo. Ah, ele é maluco. Ah, ele isso. Ah, ele aquilo. Desculpa, mas quem quer estar junto pensa ah, que saudade. Ah, que falta ela me faz. Quem gosta, gosta. Sem complicações. Sem armações e armaduras."

Um comentário:

  1. Oi, Quel, bom dia!!
    Arrumar desculpas é a arte de fingir em seu mais elevado grau. Pois quem diz isto para as pessoas, já disse isso antes para si mesma; ou, enquanto diz para as pessoas, diz querendo também acreditar no que está tentando convencê-las. É verdade, quem gosta, gosta. Que está presente, está. Não creio absolutamente em nenhum amor que não seja participação e dádiva. Para além disso, existe muita coisa, mas amor, não.
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello

    ResponderExcluir

Deus não apenas perdoa, ele esquece. Apaga a Lousa. Destrói as provas. Queima o filme. Formata o computador. Ele não se lembra dos meus erro...