terça-feira, 23 de agosto de 2011


“Eu sou um pouco mais estranha do que ser estranha permite. Sou estranha além do charme de ser estranha.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus não apenas perdoa, ele esquece. Apaga a Lousa. Destrói as provas. Queima o filme. Formata o computador. Ele não se lembra dos meus erro...