terça-feira, 28 de junho de 2011

(...)Se a gente puder ir devagarinho como precisa,



e ninguém gritar com a gente para ir depressa demais,


então eu acho que nunca que é pesado...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...