terça-feira, 28 de junho de 2011

Às vezes enxergo tão profundamente a vida que, de repente,



olho ao redor e vejo que ninguém me acompanhou


e que meu único companheiro é o tempo.



2 comentários:

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...