sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Filosofia da formiga


Sorte pra mim é ver o carrinho de picolé chegando.
 É compartilhar gargalhada na segunda.
Acordar com vontade de fazer bolo e ver que tenho os ingredientes(...)
 É saber que amanhã é sexta.
E que os problemas já podem ser substituídos.
 Sorte é saber que eu sou forte, capaz e saudável.
 E saber que eu não sou um monte de coisas.
Mas que posso ser.
É ter pra quem ligar quando eu quero rir.
E ter alguém pra chamar quando eu quero colo.
 É ter certezas. De que vai dar tempo. De que vai dar saudade.
E de que eu sou determinada a ponto de quebrar a cara (e de não desistir com isso).
É, acima de tudo, saber perceber que eu tenho sorte.

Sorte é ter um passado doce e o açucareiro nas mãos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus não apenas perdoa, ele esquece. Apaga a Lousa. Destrói as provas. Queima o filme. Formata o computador. Ele não se lembra dos meus erro...