quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Eu nunca gosto de nada e gostei tanto de você. É? Droga. O quê? Eu falando de gostar. E daí? E daí que vai acontecer tudo de novo. O quê? Vou sentir demais, falar demais, escrever demais, você vai embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...