sexta-feira, 29 de julho de 2011

"Diz-me, porque não nasci igual aos outros,



sem dúvidas,


sem desejos de impossível?


E é isso que me traz sempre desvairada,


incompatível com a vida que toda a gente vive."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...