segunda-feira, 4 de abril de 2011





''Por onde anda você, tão distanciado, tão silencioso? Em que nova galáxia posso te encontrar outra vez (...) Vez enquando baixa uma saudade, quase sempre..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...