quarta-feira, 2 de março de 2011


Eu não sei se sou fraca demais por não ter coragem de te procurar quando meu peito grita teu nome, ou forte demais por conseguir sentir tudo isso calada.




O que é verdadeiro, volta e quem tem que ficar, fica.






Escrever um texto é uma forma de dizer: “me empresta seu peito porque a dor não tá cabendo só no meu”.




Um comentário:

  1. ADOREIII esse texto, acho que por isso que tenho o BLOG, pra pegar emprestado o peito de alguem porque a dor nao cabe so no meu!!!!
    Profundo...
    Bjim Raquel tbm estou sempre por aqui...

    ResponderExcluir

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...