terça-feira, 22 de junho de 2010

"Eu não quero que você seja eu.
Eu já tenho a mim.
O que quero é que você chegue com
seu poder de chegar e de me
devolver pra mim.
Que você chegue com seu dom de também
me fazer chegar perto de mim.
Para me fazer ver o que sou
e que só você viu.
Para eu ser capaz de amar também
o que só você amou.
Eu não quero que você seja
igual a mim.
Eu já tenho a mim.
Não quero construir uma casa de espelhos
que multiplique minha imagem
por todos os cantos.
Quero apenas que você me reflita
melhor do que julgo ser".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dores que transformam

Bom, em setembro de 2016 foi último post, e tanta coisa aconteceu de lá pra cá e elas estarão presente nas entrelinhas dos meus próximos pos...