terça-feira, 1 de junho de 2010

Desordem Disfórica

O que me fez vibrar sempre foram as surpresas, o inesperado, o imprevisível...Imagino "mais ou menos" como será o meu dia amanhã, mais isso não me deixa em estado de êxtase, o fato de não saber o que irá acontecer amanhã é o que faz acordar, respirar e etc...O meu lado racional chega a tirar sarro do emocional quando as surpresas aparecem, porque o emocional não espera é muito imediatista. Mas o  pior de tudo é que  na TPM o lado racional decreta ponto facultativo, então... é preciso redobrar a atenção porque as emoções ficam a mil e ainda temos que ouvir do sexo masculino que somos confusas, nervosas, impacientes e etc...Quem consegue ficar normal com tantos hormônios conflitantes atrapalhando nosso sistema nervoso...Para evitar maiores confusões fique em estado de alerta, oh época que se faz "besteiras"... Besteiras sim, ficamos muito emotivas, agimos por impulso, pensamos poucos, choramos por qualquer coisinha, coisas que nos demais dias do mês resolveríamos com dois minutos de conversa, nesse período é motivo para choro, e extremismos. Os hormônios não dão uma idéia que preste. Não é desânimo, não é tristeza, não é saudade, não é amor, não é paixão, não é carência, não é perseguição, muito menos depressão... é só tpm, ou Desordem Disfórica P-M. O mundo parece que vai acabar e o lado racional parece que está de greve e depois de uma semana tudo volta ao normal e continuo aguardando as surpresas, que nesse período pareciam tão distantes... By Raquel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus não apenas perdoa, ele esquece. Apaga a Lousa. Destrói as provas. Queima o filme. Formata o computador. Ele não se lembra dos meus erro...