quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

 Deixei de me importar com a bagagem e passei a me preocupar com o percurso. Assim, não corro o risco de me perder mais uma vez.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

"Amor acaba, João? Amor muda, Maria? Diz aí, amor de verdade cessa?

A gente tem mania de chamar qualquer coisa de amor. Fogo de palha, flerte, rolo e enrosco. Paquera, mimo, paixão. E quando não dá certo, quem paga o pato? O pobre do amor, que ainda nem entrou na história.


Minha resposta é a seguinte, benzinho: amor de verdade não se acovarda, não encolhe e não desiste. Desistiu? Não era amor. 

Acabou a marcha nupcial? Deixa tocar a balada fúnebre que escolhi para nós dois. Não importa quem enterra quem, a gente divide a coroa de flores."

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

"No primeiro dia pensei em me matar. No segundo, em virar freira. No terceiro, em beber até cair. No quarto, pensei em escrever uma carta para ele. No quinto, comecei a pensar na Europa e no sexto comecei a sonhar com as noites em Lisboa. Em seis dias Deus fez o mundo e eu refiz o meu."

terça-feira, 23 de outubro de 2012



(...) não me olham, não me vêem, não me sabem.
Me diluem, me invisibilizam,
me limitam aquele limite insuportável do que eles escolheram suportar,
e eu não suporto - você me entende?

Ninguém sabe como, mas aos poucos fomos aprendendo sobre a continuidade da vida,
das pessoas e das coisas. Já não tentamos o suicídio nem cometemos gestos tresloucados.
Alguns, sim - nós, não.
Contidamente, continuamos.  

"Mas sabes principalmente,
com uma certa misericórdia doce por ti,
por todos, que tudo passará um dia."

"Ando em busca do silêncio que a cidade não dá.
Da paz que a cidade não dá.
Da suavidade zen que esta cidade não dá,
nunca deu nem dará nunca. A ninguém."
Paciência...

Entender que tudo tem seu tempo.

Que tudo vem a seu tempo.

Dar o tempo necessário, para crescer, brotar, florescer.

Aceitar o ciclo da vida.

Respeitar o fluxo do tempo.

Observar o tempo passar. Esperar o tempo certo.

Pra plantar, pra colher, pra agir, pra seguir, pra aprender.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O discípulo perguntou ao Mestre:
"Mestre, o que é a real felicidade?"
O mestre replicou:
"Quando estiver com fome, coma. Quando estiver cansado, durma."

domingo, 23 de setembro de 2012

Eh, hoje completam 5 anos...
Sei, que se fazer drama, você vai sorrir e fazer uma piada.

Hoje o tempo pode ser pouco, para passar por aqui...talvez daqui alguns anos...quando se fizer essa pergunta: e se eu tivesse???
serão apenas letrinhas e você terá tempo..







Já perdi o chão e já o recuperei várias vezes.
Mas como você mesmo diz: o Amor só faz bem!
Já procurei tantas respostas, mas descobri que perguntas sem repostas preendem.


Algumas coisas que lhe escrevi anos átras, parecem nem tão mais intensas...não sei se amadureceram ou se estão apagando aos poucos.
De qualquer forma, os anos vão passando e é impossível ter certeza.
Talvez um dia, talvez nunca, talvez hoje....essa é a certeza que vivo!
TIVEMOS, TEMOS UM CASO DE AMOR COM A VIDA.


Raquel Morais (Tchuca)

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

"Tem gente que parece brisa, de tão leve que é…"

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

(IN)CÔMODO


Derrubei todas as minhas paredes
pra dar lugar a mais janelas.
Quero que meus olhos alcancem além do que há aqui.

É muita luz pra pouco cômodo.
E eu sofro com o (in)comodo
Desse espaço que faz falta em mim!
"O amor, esse sufoco, agora há pouco era muito,
agora, apenas um sopro;
Ah, troço de louco, corações trocando rosas, e socos."

Pra você, quantas vezes o mundo acabou?


"Segundo a profecia Maia, o mundo acabará no dia 21 de Dezembro. A pergunta é: Para você, quantas vezes o mundo acabou?
Ainda que um copo d’água com açúcar ou um bom porre o tenha feito perceber que era pura frescura, aposto que pelo menos uma vez na vida você já teve essa sensação, a terrível sensação de fim do mundo, um acidente ou qualquer baque doloroso o suficiente para tirá-lo do eixo. Quem nunca?A perda do emprego, do amor ou do cartão do banco; a morte de alguém importante

A vida é um constante abrir e fechar de ciclos e exagerando um pouquinho, dá para dizer que ao longo da estrada a gente vê o mundo acabar (e recomeçar) algumas vezes.
A gente morre e renasce a cada queda – eis a (des)graça de existir.

Esqueça aquela história de cultivar o jardim para contar com as borboletas. O segredo, o grande segredo, é aprender a ressurgir cada vez que seu mundo acabar."

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

E o que virá depois que eu extinguir tudo aquilo que serei?
As vezes eu gostaria apenas de ser qualquer coisa que voasse.
Até a maçaneta está me cobrando atitudes
Mas pelo o que vejo, sempre me faltará “satisfatoriedade”...


O que a maioria de nós leva para o relacionamento não é a plenitude, mas a carência. A carência implica uma ausência dentro de si... A carência é uma força poderosa, capaz de criar ilusões poderosas. Ninguém pode realmente entrar dentro de você e substituir a peça que está faltando.

sábado, 8 de setembro de 2012


Então, não perca seu tempo comigo. Eu não sou um corpo que você achou na noite. Eu não sou uma boca que precisa ser beijada por outra qualquer. Eu não preciso do seu dinheiro. Muito menos do seu carro. Mas, talvez, eu precise dos seus braços fortes. Das suas mãos quentes. Do seu colo pra eu me deitar. Do seu conselho quando meu lado menina não souber o que fazer do meu futuro. Eu não vou te pedir nada. Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar. Mas uma coisa, eu exijo. Quando estiver comigo, seja todo você. Corpo e alma. Às vezes, mais alma. Às vezes, mais corpo. Mas, por favor, não me apareça pela metade. Não me venha com falsas promessas. Eu não me iludo com presentes caros. Não, eu não estou à venda. Eu não quero saber onde você mora. Desde que você saiba o caminho da minha casa. Eu não quero saber quanto você ganha. Quero saber se ganha o dia quando está comigo. 

Estou realmente cansada. Cansada e cansada de ser mar agitado, de ser tempestade… quero ser mar calmo. Preciso de segurança, de amor, de compreensão, de atenção, de alguém que sente comigo e fale: “Calma, eu estou com você e vou te proteger
! Nós vamos ser fortes juntos, juntos, juntos.” Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo. Confesso, confesso, confesso. Confesso que agora só espero você.”

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Uma estrela cadente riscou o céu.

Pensei em fazer um pedido, era meu aniversário.

Mas não tinha nada para pedir.


As coisas vivas, pensei, as coisas vivas não precisam pedir.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Num momento, num olhar,
o coração apanha-se para sempre.
Ama-se alguém. Por muito longe, por muito difícil,
por muito desesperadamente.O coração guarda o que se nos escapa das mãos.
E durante o dia e durante a vida,
quando não está lá quem se ama,
não é ela que nos acompanha é o nosso amor,
--

terça-feira, 31 de julho de 2012

(...)"Então, minha querida Raquel, você não tem ossos de vidro. Pode suportar os baques da vida. Se deixar passar essa chance, então, com o tempo, seu coração ficará tão seco e quebradiço quanto meu esqueleto. então, vé em frente, pelo amor de Deus."

quarta-feira, 25 de julho de 2012


“Me concedo o direito de não me sentir responsável por aquele que cativo.
Me sinto grata, mas responsável é demais.”

(...) a presença maior na minha vida é a ausência dele.

É uma ausência muito presente. 

terça-feira, 24 de julho de 2012


"Pense que eu cheguei de leve, machuquei você de leve, e me retirei com pés de lã. Sei que o seu caminho amanhã, será tudo de bom, mas não me leve"
Essas duas tresloucadas, 

a Saudade e a Esperança, 

vivem na casa do Presente, 

quando deviam estar - como seria lógico

- uma na casa de Passado e a outra na casa do Futuro.

_ Mas e o Presente, seu moço?

_ Ah, esse nunca está em casa.

[ Mario Quintana] -
 
Lá vou eu aqui de novo falar de mim, por que não consigo mais falar de ninguém. Lá vou eu aqui de novo tentando me conhecer, porque sei que a gente não conhece ninguém.
A ordem da troca é importante. Até você me ver eu não existo. É como se, ao me ver, você me fizesse existir. Uma pessoa é uma pessoa por causa de outras pessoas. Se você cresce com essa perspectiva, sua identidade baseia-se no fato de que você é visto – que as pessoas em sua volta lhe respeitam e reconhecem como pessoa. ”- eu lhe vejo! ”Esta expressão tem o sentido de integração e reconhecimento, é como se falasse, eu te reconheço como você é e te aceito assim.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Racionalidade....

A racionalidade de um ser humano não deve ser questionada, não somos animais racionais?!


Sou aquariana, um dos signos mais racionais do zodíaco, olho para o futuro, mesmo sabendo que talvez ele não venha. 

Vida nova, casa nova, sonhos novos!!! 

Sem medo das mudanças, por que o ser humano é totalmente adaptável e muita atenção porque ele se adapta até com o ruim!
Raquel Morais 

quarta-feira, 18 de julho de 2012

"Leve com você apenas o que combina e cabe na sua nova etapa de vida."

terça-feira, 17 de julho de 2012



Mais sábio que os homens , são os pássaros.

Enfrentam as tempestades noturnas,tombam de seus ninhos,

sofrem perdas, dilaceram suas histórias.

Pela manhã, tem todos os motivos para se entristecer e reclamar,mas cantam agradecendo à Deus por mais um dia.

Meu Deus, me ensina a ser passarinho!!!!

terça-feira, 3 de julho de 2012

 Eu sou fascinada com o amor. Sou fascinada com a forma que as pessoas ficam quando estão apaixonadas. Acho encantadoramente belo uma declaração simples de amor. Um bilhetinho trocado: “Não esquece de comprar pão. Eu te amo, amor.” ou “Ouvi uma música e me lembrei de você, ela era bem irritante.” Todos deveriam olhar o mundo através dos olhos de um homem apaixonado. Todos deveriam ter em seu coração a fé e esperança de uma mulher que ama. Devemos entender que amar não é antiquado. E não é pieguisse minha quando digo que nós deveríamos banalizar menos o amor. E amar mais, amar muito mais!
"É impossível a gente buscar um esconderijo para fugir de algumas verdades. Elas são espertas, sabem direitinho onde nos procurar. E nos acham, para nos colocar frente a frente com aquilo que queremos fingir que não existe. Em outras palavras: não dá pra deixar pra lá. A vida acontece desde que a gente deu o primeiro choro. E todo tempo é precioso demais, já que o amanhã é uma incógnita."
 









 





sexta-feira, 15 de junho de 2012

"Nesse mundo, as pessoas nunca se abandonam. Elas nunca vão embora porque a gente não foi um bom menino. Ou porque a gente ficou com os braços tão fraquinhos que não consegue mais abraçar e estar perto. Mesmo quando o outro vai embora, a gente não vai. A gente fica e faz um jardim, qualquer coisa para ocupar o tempo, um banco de almofadas coloridas, e pede aos passarinhos não sujarem ali porque aquele é o banco do nosso amor, do nosso grande amigo. Para que ele saiba que, em qualquer tempo, em qualquer lugar, daqui a não sei quantos anos, ele pode simplesmente voltar, sem mais explicações, para olhar o céu de mãos dadas."
 

quarta-feira, 13 de junho de 2012

A gente demora pra aceitar, arruma novecentas desculpas para a falta de jeito do outro. Ah, ele é confuso. Ah, ele está tenso. Ah, ele tem medo. Ah, ele é maluco. Ah, ele isso. Ah, ele aquilo. Desculpa, mas quem quer estar junto pensa ah, que saudade. Ah, que falta ela me faz. Quem gosta, gosta. Sem complicações. Sem armações e armaduras."

terça-feira, 12 de junho de 2012

“É isso. Só queria ser amada. Só isso. Precisa casar comigo não, precisa me engravidar não. Basta me olhar assim, basta morrer de rir comigo. Basta me ler, me decifrar, ser intenso nesse minuto!”

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Amor só, não basta. Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura, para acatar regras que não foram previamente combinadas.
Tem que haver BOM HUMOR para enfrentar imprevistos, acessos de carência, infantilidades.
Tem que saber levar.
Amar só é pouco.
Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas para pagar.
Tem que ter disciplina para educar filhos, dar exemplo, não gritar.
Tem que ter um bom psiquiatra. Não adianta, apenas, amar.
Entre casais que se unem , visando à longevidade do matrimônio, tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo pra cada um.
Tem que haver confiança. Certa camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão.
E que amar “solamente”, não basta.
Entre homens e mulheres que acham que
O AMOR É SÓ POESIA,
tem que haver discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom pode durar para sempre, mas que sozinho não dá conta do recado.
O amor é grande, mas não são dois.
Tem que saber se aquele amor faz bem ou não, se não fizer bem, não é amor. É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência.
O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.
Um bom Amor aos que já têm!
Um bom encontro aos que procuram!
E felicidades a todos nós!"

quarta-feira, 6 de junho de 2012





Ah, gente, sei lá. Descobri que gosto mesmo é do tal amor. DA PAIXÃO, NÃO. Depois de anos escrevendo sobre querer alguém que me tire o chão, que me roube o ar, venho humildemente me retificar. EU QUERO ALGUÉM QUE DIVIDA O CHÃO COMIGO. QUERO ALGUÉM QUE ME TRAGA FÔLEGO. Entenderam? Quero dormir abraçada sem susto. Quero acordar e ver que (aconteça o que acontecer), tudo vai estar em seu lugar. Sem ansiedades. Sem montanhas-russas.

(...)

Sei que já falei muito sobre amor, acho que é o grande tema da vida da gente. Mas amor não é só poesia e refrões. Amor é RECONSTRUÇÃO. É ritmo. Pausas. Desafinos. E desafios.


Demorei anos pra concordar com meu querido (e sempre citado) Cazuza: “eu quero um amor tranqüilo, com sabor de fruta mordida”.


Antes, ao ouvir essa música, eu sempre pensava (e não dizia): porra, que tédio!


Ah, Cazuza! Ele sempre soube. Paixão é para os fracos. Mas amar - ah, o amor! - AMAR É PUNK.

Fernanda Mello
O amor é fundamental. O amor é o principio, é o êxtase, é a eliminação do ego, é quando você enxerga o outro não como um jogador. É quando você começa a olhar junto pras mesmas coisas, com a mesma delicadeza, e as coisas ficam tão melhores com o amor. O amor é fundamental. O amor é a primeira coisa. É o começo do resto."

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Parabéns para você, que dia a dia aprende mais sobre você mesma. Que erra para aprender. Que é forte o suficiente para seguir em frente – sem lamúrias, mas com maturidade e sensatez. Que de vez em quando esquece a própria idade e o juízo em algum canto. E depois acha, como mágica. Parabéns para você, que tem um sonho. Que não desiste, apesar do que falam. Que não se abala, apesar do medo. Que sente uma fraqueza interna, mas caminha com passos firmes. Que fica tonta, mas não desmaia. Que apesar de cada pedra no caminho, corre. Que reclama dos problemas, mas entende que a vida é feita deles. E que sabe que a vida ainda lhe arrancará muitos sorrisos e que você arrancará ainda mais sorrisos de alguém.

segunda-feira, 21 de maio de 2012






"A gente morre. E quer saber o que a gente leva da vida, quando morre? Porra nenhuma. A gente só deixa. Acha que, no final, vai levar tuas cicatrizes? Sejam emocionais ou físicas. Não, né? Então pra que tanto medo de viver?"
"Eu gosto de quem FACILITA as coisas. De quem aponta caminhos ao invés de propor emboscadas. Eu sou feliz ao lado de pessoas que vivem sem códigos, que estão disponíveis sem exigir que você decifre NADA."

terça-feira, 15 de maio de 2012

"Preste atenção, ela disse,
ao abrir para mim a porta de sua casa :

- o que a gente sonha aqui, tende a acontecer.
Pensei que é preciso ter coragem para morar em um lugar assim, 
onde o que se sonha passa a existir.
 
Precisa ter muita certeza do seu sonho
.
"(...) quem pensa demais não faz, não se arrisca, não se entrega. O pré-requisito é criado para impedir que mudanças aconteçam.
É necessário ser imaturo para amar. É necessário ser imaturo para engravidar. É necessário ser imaturo para juntar as tralhas e pertences, construir uma casa em comum, e seguir ameaçado pelo humor do próximo.
Merece o amor quem trabalha por ele, quem sofre por ele, quem não quis ser mais inteligente do que sensível."
Não é o amor que sustenta o relacionamento.
É o modo de se relacionar que sustenta o amor.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

 "Por isso mesmo — pelo amor, fé e luz — tenho absoluta certeza que tudo vai dar certo.

domingo, 6 de maio de 2012


Quando ele chegou, eu soube. Era ele que curaria aquelas dores passadas.


A vida têm um jeito engraçado, às vezes assustador, de nos mudar.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Em frente ou enfrente. Você me entende? C.F

Se alguém
Já lhe deu a mão
E não pediu mais nada em troca
Pense bem, pois é um dia especial
Eu sei
Que não é sempre
Que a gente encontra alguém
Que faça bem.


Polisamar.blospot.comE nos leve desse temporal…